Aula de flexibilidade e alongamento

A flexibilidade é uma das vertentes de avaliação de aptidão física relacionada com a saúde. De acordo com as diretrizes do American College of Sports Medicine, a flexibilidade é a “capacidade de movimentar uma articulação através de sua amplitude de movimento completos”. Ou seja, capacidade de nos movimentarmos em pleno!

Embora muitas vezes subestimada, a flexibilidade é fundamental para garantir a mobilidade e, consequentemente, a independência funcional e o desempenho de atividades da vida diária.

Os graus de flexibilidade variam de acordo com cada articulação e variam imenso de indivíduo para indivíduo.

A perda da flexibilidade começa a verificar-se quando mobilidade de uma articulação diminui, acompanhada, ou não, de dor e/ou rigidez.

Tanto as actividades atividades físicas/recreativas como as actividades diárias simples podem ficar seriamente comprometidas (ex.: levantar, sentar, pegar num objeto, subir escadas, entrar e sair do carro ou autocarro)

Assim, uma boa flexibilidade é essencial para a promoção da saúde e para a independência física!

Benefícios fisiológicos da flexibilidade:

  • Regulação do tónus muscular e diminuição das dores e encurtamentos associados;
  • Melhoria da coordenação inter e intramuscular (capacidade de adaptação a eventos inesperados, evitando, quedas, por exemplo)
  • Melhoria da regulação sanguínea;
  • Melhoria das funções respiratórias;
  • Diminuição de predisposição para lesões em atividades tanto desportivas como quotidianas