Obstipação na Doença de Parkinson

Sofre de obstipação? Não é o único, na realidade é um sintoma comum na Doença de Parkinson. Um dos sintomas não motores comuns aos portadores da Doença de Parkinson é a obstipação, representando uma grande limitação para os doentes. Esta depende de diversos factores, como a alimentação, stress, medicação e mudanças na rotina diária. Quando a frequência de evacuação é inferior a três vezes por semana durante vários meses, estamos perante a Obstipação Crónica.

E agora, como pode tratá-la?

A massagem abdominal ajuda no alívio dos sintomas. Permite reduzir a necessidade de medicação laxante a longo prazo, ajuda a aliviar a flatulência, dores abdominais e/ou obstipação e torna menos provável o aparecimento de problemas de saúde associados.

 

Mas será esta a solução para a obstipação crónica?

Não! A Massagem Abdominal apresenta excelentes resultados quando associada a um estilo de vida activo e a uma alimentação cuidada.

Para obter os melhores resultados deverá:

– Beber entre 1 a 1.5l de água diariamente

– Alimentação cuidada (comer bastante fibra, reduzir o consumo de carne vermelha e dos alimentos processados…)

– Ser activo (caminhar, correr, nadar ou algo semelhante, todos os dias)

– Manter uma rotina de evacuação (tentar ir à mesma hora todos os dias, sem pressas)

– Sentar-se correctamente na sanita

– Diminuir os níveis de stress diários (procurar realizar tarefas que o satisfaçam, noites tranquilas,…)

 

Em casos de grande limitação, os laxantes, associados aos factores em cima referidos, poderão ser uma opção. No entanto, deverá sempre consultar opinião médica para o efeito.

Procure os nossos profissionais para mais informações!